Clinica Crescer

AS PESSOAS PASSAM, OS CICLOS ACABAM E A VIDA CONTINUA...

Por Redação em 21/01/2020 às 10:02:24

A compreensão de que a vida é cíclica é libertadora, porque nos dá a certeza de que tudo passa...Nada é definitivo.Ciclos são etapas que devem ser avaliadas. Avida é feita de momentos, começo e fim. Quando um ciclo chegar ao fim, alegre-se porque um novo ciclo irá começar; recomeçar é necessário.

A experiência de mais de quarenta anos em sala de aula deixou bem claro pra mim a importância do ensino teórico, mas deixou muito mais claro que o mais belo, eficiente e edificante é o ensino prático, com afetividade. I Coríntios 8:1 nos diz "O amor edifica". A verdadeira magia do sensibilizar, do ensinar, consiste na prática com afeto. Na relação aluno e professor, existe uma troca de experiências na qual se aprende mutuamente.

O amor nas nossas ações é garantia de boa colheita futura, porque a vida é um grande contrato de risco, cujas principais cláusulas não estão escritas e somente o amor constrói para a posteridade.

Fora da sala de aula, acontece o mesmo, na escola da vida. As pessoas que passam por nós são como professores. Com essa compreensão,passamos a aceitar as pessoas com o seu potencial de conhecimento e experiências de vida, o que nos faz aprender muito e dessa forma interagirmos de maneira mais eficaz nas nossas conexões.

As coisas mudam, as pessoas mudam, só precisamos entender o processo, aceitar que a vida acontece em ciclos e que esses acabam.

A gente sempre sabe quando o ciclo encerra e essa não é uma escolha nossa. Insistir ou não em algo que já terminou, sim, é escolha nossa.

Nem sempre encerrar um ciclo é fácil, mas é necessário para que vivamos outras possibilidades e que possamos entender e aprender com o que passou. E o mais importante é sempre agradecer, independente do fim.

Quando deixamos a vida fluir naturalmente, estamos aprendendo a diminuir as expectativase então a comunicação torna-se mais eficaz.

Pessoas entram, pessoas saem da nossa vida, é um processo natural; umas são bênçãos, outras lições e algumas, livramentos...

Lembrar os ensinamentos bíblicos sobre o nosso comportamento, sempre norteará a nossa caminhada nesta vida, a exemplo de 1 Tessalonicenses 4:11-12"Esforcem-se para ter uma vida tranquila, cuidar dos seus próprios negócios e trabalhar com as próprias mãos, a fim de que andem decentemente aos olhos dos que são de fora e não dependam de ninguém".
Com a compreensão de que a vida acontece em ciclos, só precisamos vive-los da melhor e mais intensa forma possível, nos perdoando dos erros do passado, sem cobranças, procurando ser uma versão melhor a cada dia.

Podemos e devemos viver intensamente o momento, porque a vida tem pressa, a vida é busca, é constante movimento, é também um ressignificar de pessoas e memórias. Entendo que o que temos de melhor são as pessoas, são os momentos que vivemos juntos em conversa ou em um silêncio que diz tudo...

Lendo escritos da psicóloga colombiana Glória Hurtado, concordo quando ela diz: "Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração – e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais".

Importante é entender que todos que passam por nós são professores, de algum modo, assim como somos para eles.

Apreciar as pessoas que vão e vêm, e principalmente as que ficam, e até a "saudade, que é o amor que fica", nada mais é do que uma aquarela da alma que pintamos para nós.

Concluindo, na nossa jornada de vida, o que realmente vale é o aprendizado, são as experiências trocadas e vivenciadas.

Carpe Diem

Fonte: Margarida Araújo

Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso