Clinica Crescer

Delegacias da Mulher na Paraíba participam de ação contra violência doméstica

A campanha j√° percorreu cidades como Campina Grande, Sousa, Cajazeiras, Patos, Pombal, Uira√ļna, S√£o Jos√© de Piranhas, S√£o Vicente do Serid√≥, Sap√©, Riach√£o do Po√ßo, Sobrado, Bananeiras e v√°rios outros munic√≠pios paraibanos

Por Redação em 02/12/2019 às 09:34:08

A polícia Civil da Paraíba, através da Coordena√ß√£o das Delegacias da Mulher no Estado – Coordeam – est√° participando de um evento conhecido como "16 dias de ativismo pelo fim da viol√™ncia contra as mulheres". Esse movimento acontece em todo o mundo e na Paraíba ganhou alguns dias a mais – come√ßou no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consci√™ncia Negra, e vai até o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Em Jo√£o Pessoa e outros municípios paraibanos est√£o sendo realizadas a√ß√Ķes educativas, como palestras e distribui√ß√£o de panfletos com abordagem em locais de grande movimento, como bares, restaurantes, terminais de √īnibus, escolas, feiras livres e empresas.

Segundo a delegada Maísa Félix, coordenadora da Coordeam, as a√ß√Ķes na Paraíba acontecem durante o ano todo, mas ganham uma programa√ß√£o especial em momentos como este. "Estamos trabalhando durante todo o ano com atividades ininterruptas pelo combate à viol√™ncia contra a mulher", assegurou.

As Delegacias da Mulher fazem parte de uma rede de enfrentamento à viol√™ncia doméstica, que é formada n√£o só pela Secretaria da Seguran√ßa e Defesa Social, mas inclui a Secretaria da Mulher e Diversidade Humana, o Ministério Público, Universidade Estadual da Paraíba, entre outras institui√ß√Ķes parceiras.

Uma verdadeira caravana de prote√ß√£o à mulher est√° percorrendo diversos municípios em todas as regi√Ķes da Paraíba para esclarecer a popula√ß√£o sobre a Lei Maria da Penha e reciclar servidores das Delegacias para um atendimento humanizado à mulher vítima de viol√™ncia. "Temos o projeto Tecendo Redes, do qual fazemos parte com outras Secretarias e institui√ß√Ķes para levar conhecimento e ampliar nossa rede de atendimento em todo o Estado", disse a delegada Maísa Félix.

A campanha j√° percorreu cidades como Campina Grande, Sousa, Cajazeiras, Patos, Pombal, Uiraúna, S√£o José de Piranhas, S√£o Vicente do Seridó, Sapé, Riach√£o do Po√ßo, Sobrado, Bananeiras e v√°rios outros municípios paraibanos, sempre levando profissionais multidisciplinares para palestras e oficinas nessas localidades.

"Nosso objetivo é dar continuidade a essas a√ß√Ķes n√£o só na Capital, mas em todo o Estado da Paraíba, para que cada vez mais a popula√ß√£o tenha conhecimento e consci√™ncia de que a viol√™ncia contra a mulher e qualquer tipo de viol√™ncia ou preconceito s√£o crimes. Todo e qualquer tipo de viol√™ncia deve ser denunciado ainda nos primeiros atos", concluiu.

A campanha

A campanha é uma mobiliza√ß√£o global da sociedade civil que, no Brasil, é um pouco maior: come√ßa no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consci√™ncia Negra, e vai até o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

A ideia é sensibilizar, mobilizar o ativismo e compartilhar conhecimento e inova√ß√£o para prevenir e eliminar a viol√™ncia contra mulheres e meninas em todo o mundo.

Violência contra as mulheres e de gênero

Existem diversas formas de viol√™ncia contra as mulheres. As mulheres trans, lésbicas e bissexuais vivem situa√ß√Ķes viol√™ncia por estarem fora da "norma" ditada pela sociedade em que vivemos. No caso das mulheres negras, o racismo, que est√° na base da nossa sociedade, também se manifesta através da viol√™ncia em diversas situa√ß√Ķes.

Viol√™ncia doméstica

"Qualquer a√ß√£o ou omiss√£o baseada no g√™nero que lhe cause morte, les√£o, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial" (Lei Maria da Penha – 11.340/06).

Denúncia, aten√ß√£o e acolhimento

Se n√£o existir Delegacia Especializada da Mulher (DEAM) na sua cidade, procure a delegacia de polícia mais próxima. Denuncie qualquer situa√ß√£o de viol√™ncia! Voc√™ pode salvar uma vida!

197 (denúncia an√īnima) Polícia Civil

190 (emerg√™ncia) Polícia Militar


Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso

Coment√°rios

Dentista do Brasil