Clinica Crescer

Mais de 1,7 mil cartões do Passe Legal são cancelados em João Pessoa por uso irregular

Por Redação em 08/01/2020 às 11:10:26

Sintur-JP informa que medida foi tomada depois que o sistema de biometria facial instalado nos ônibus identificou que cartões foram usados por pessoas não autorizadas. Ã"nibus de João Pessoa estão equipados atualmente com sistema de biometria facial, o que permite a análise do uso do Passe Legal

TV Cabo Branco/Reprodução/Arquivo

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP) confirmou nesta quarta-feira (8) o cancelamento de 1.758 cartões do Passe Legal que, segundo a entidade, estavam sendo utilizados de forma irregular, por pessoas que não tinham direito a gratuidade ou à meia-passagem.

Segundo nota emitida pelo Sintur-JP, esse acompanhamento pode ser realizado desde que, no início do ano passado, foi implantado o sistema de biometria facial nos ônibus da capital paraibana, que permite conferir se a pessoa que está utilizando o cartão é de fato a titular do cartão.

Os cancelamentos aconteceram em resposta a um aumento no número de irregularidades registradas em dezembro de 2009.

O Sindicato explica que 1,2 milhão de embarques de estudantes e de passageiros com direito à gratuidade foram analisadas no período, de forma que 7.523 delas passaram por auditoria. Foi desse total que saíram os cancelamentos.

Dentre os que tiveram seus cartões cancelados, 1.685 são estudantes e 73 são passageiros com direito à gratuidade. Eles terão que comparecer à sede da Sintur-JP, na Rua Treze de Maio, Centro de João Pessoa, para regularizar a situação. Uma taxa de R$ 15,20 vai precisar ser paga no ato de recadastramento e de solicitação de um novo cartão.

Esse trâmite serve como uma espécie de advertência. Isso acontece porque, mais uma vez segundo o Sindicato, a reincidência provocará suspensão do usuário por 30 dias. Já uma terceira reincidência provoca suspensão de 180 dias.

Fonte: G1

Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso

Comentários