Clinica Crescer

Indignado! Diretor Geral do HRC afirma não trabalhar com perseguição política

As declarações do Diretor Telamon Arruda se deram em resposta às informações veiculadas pela imprensa na manhã de hoje.

Por Redação em 08/01/2020 às 16:43:00

O enfermeiro Manuel Telamon de Arruda Filho, Diretor Geral do HRC, em contato telefônico mantido com a redação, prestou algumas declarações em resposta à uma matéria veiculada na manhã de hoje por este site. O novo Diretor enfatizou que no seu modus operandi de fazer gestão, não haverá espaço no HRC para perseguições políticas.

Ainda questionado acerca dos reais motivos que teriam levado os vereadores do PSB de Cajazeiras, Marcos Barros e Alisson Voz &Violão a tentarem incansavelmente fazer este tipo de administração paralela com a pretensão de boicotar a sua administração, revelou que estes dois parlamentares foram os primeiros com quem se reuniu após a sua posse no cargo e que no momento do encontro, lhe foi pedido pelos dois, as cabeças de três Coordenadores internos que lá trabalham.

Segundo Telamon, a resposta aos dois vereadores foi imediata, tendo lhes dito que não trabalhava desta maneira, que a sua gestão será uma gestão pautada na ética; que o Hospital Regional urge por mudanças que virão para promover a melhoria do atendimento às demandas da população de Cajazeiras.

Sobre as demissões e/ou substituições, asseverou que até podem ser feitas e é normal que aconteçam com o passar do tempo. Disse também que: " é fato que mudanças deverão acontecer, porque eu tenho que formar o meu time administrativo, então é natural que algumas pessoas poderão sim ser substituídas. Porém eu asseguro que estas mudanças se darão apenas por motivos técnicos, jamais por perseguições de cunho político."

Fonte: Sertão da Paraíba

Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso

Comentários

Serrararia Padre Cicero