Clinica Crescer

Secretaria investiga má conduta de professores, furtos e falhas em licitação em escolas da Paraíba

Por Redação em 16/01/2020 às 13:12:31


S√£o ao todo 14 denúncias investigadas pela Comiss√£o Permanente de Inquérito da Secretaria de Educa√ß√£o. Portarias foram publicadas no Di√°rio Oficial do Estado (DOE). Investiga√ß√Ķes v√£o passar por instru√ß√£o, investiga√ß√£o, apura√ß√£o e conclus√£o

Arthur Menicucci/G1

Uma ampla investiga√ß√£o foi iniciada pela Secretaria de Educa√ß√£o da Paraíba para apurar uma série de denúncias sobre irregularidades cometidas em escolas da rede estadual de ensino. Os casos v√£o desde problemas de licita√ß√£o no fornecimento de merenda para as escolas, passando por brigas, condutas inapropriadas de professores e servidores, abandono de cargo e furto de equipamentos de cozinha e de inform√°tica.

As aberturas dos processos est√£o publicados no Di√°rio Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (16). Ao todo, s√£o 14 portarias, cada uma abrindo um Processo Administrativo Disciplinar diferente, mas todos ser√£o realizados pela Comiss√£o Permanente de Inquérito (CPI) da pasta da Educa√ß√£o.

Toda a investiga√ß√£o, portanto, vai ser realizada pelos servidores Cl√°udio Roberto Tolêdo de Santana, Keyciane Pereira Melo Santos e Ana Renalle Dias Cabral, conforme indica√ß√Ķes contidas nas respectivas portarias.

As irregularidades se referem a municípios de Jo√£o Pessoa, Campina Grande, Patos, Mamanguape, Congo, Massaranduba, Cabedelo, Bayeux e Nova Olinda.

Os casos mais emblem√°ticos s√£o as suspeitas de irregularidades no processo de licita√ß√£o para fornecimento de frango e bolos da merenda de v√°rias escolas, que acabou vencida pela Cooperativa de Empreendedores Rurais da Paraíba. Destaque também para os casos de furtos, registrados em Massaranduba e em Bayeux.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Educa√ß√£o, as investiga√ß√Ķes n√£o têm rela√ß√Ķes entre si e s√£o frutos de denúncias realizadas por diferentes autores, tais como gestores, professores, gerentes regionais, ouvidoria, Ministério Público da Paraíba e público em geral.

Agora, ainda de acordo com a assessoria, os processos investigatórios seguir√£o seus cursos, passando por instru√ß√£o, investiga√ß√£o, apura√ß√£o e conclus√£o.

Por se tratar de denúncias cuja veracidade ainda v√£o ser investigadas, a Secretaria de Educa√ß√£o informou que n√£o comentar√° os casos, pois n√£o h√° informa√ß√Ķes adicionais a serem repassadas.

Fonte: Sertão da Paraíba

Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso

Coment√°rios