Clinica Crescer

Policia investiga a morte da cajazeirense Maisa, que faleceu após fazer a aplicação de silicone industrial em clínica clandestina

Por Redação em 06/02/2020 às 10:32:17

Foram atualizadas informa√ß√Ķes sobre a morte da cajazeirense, Maisa Andrade, que faleceu na madrugada desta quarta-feira, no Hospital de Emerg√™ncia e Trauma de Jo√£o Pessoa.

Segundo informa√ß√Ķes, a mesma teria sido socorrida Servi√ßo de Atendimento Móvel de Urg√™ncia (Samu), na quarta-feira,4, com taquicardia, hipertens√£o, v√īmitos e convuls√Ķes. Apesar de estar desorientada, ela ainda estava consciente e informou aos socorristas que tinha aplicado o silicone industrial.

Um amigo da mulher - que preferiu não ser identificado - relatou que ela passou mal durante a aplicação do silicone na clínica clandestina e foi socorrida pela pessoa que fazia o procedimento. A aplicação foi realizada na perna de Maísa, segundo ele.

Ainda de acordo com informa√ß√Ķes, a dire√ß√£o da unidade informou que foram feitos todos os procedimentos poss√≠veis para tentar reanimar Ma√≠sa e que a poss√≠vel causa da morte foi embolia pulmonar causada pela aplica√ß√£o do silicone industrial. O corpo saiu do Hospital de Trauma na noite da quarta-feira e foi encaminhado para o Instituto de Per√≠cia Cient√≠fica (IPC).

Maisa Andrade era uma mulher trans, e teria viajado para a capital para ralizar o procedimento.

Una Extintores Cajazeiras-PB
Cajazeiras Gesso

Coment√°rios