João Azevedo veta lei que exige “ficha limpa” em nomeações do Estado

O gestor explicou que a “a escolha de servidor para ocupar cargo comissionado no âmbito do Poder Executivo estadual está balizada num perfil de conduta capaz de demonstrar integridade e moralidade do servidor nomeado.”

Divulgação - Foto: Sertão da Paraíba
Divulgação - Foto: Sertão da Paraíba

O governador João Azevêdo (PSB) vetou um Projeto de Lei de autoria do deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) onde institui a exigência da “ficha limpa” para nomeação de cargos comissionados em órgãos do Governo do Estado. A decisão está no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (7).

O gestor explicou que a “a escolha de servidor para ocupar cargo comissionado no âmbito do Poder Executivo estadual está balizada num perfil de conduta capaz de demonstrar integridade e moralidade do servidor nomeado.”

João Azevêdo argumentou que “basta verificar as nomeações feitas para os cargos comissionados e facilmente se constatará a lisura dessa informação. Quanto ao projeto de lei propriamente dito, creio que deva ser vetado por ser inconstitucional. Além disso, com a devida vênia, considerando a forma como redigido, penso que também contraria o interesse público.”

O projeto do parlamentar havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba seguindo para sanção do governador.

MaisPB

Categoria:Paraíba

COMENTÁRIOS

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Sertão da Paraíba, não reflete a opinião deste Portal.