Ricardo, calhorda é quem contrata organização social irregular para roubar dinheiro da Saúde

Visivelmente irritado, Ricardo Coutinho chamou o jornalista de calhorda e se irritou ainda mais quando foi acusado de receber uma pensão ilegal de R$ 23 mil como ex-governador.

Divulgação - Foto: Sertão da Paraíba
Divulgação - Foto: Sertão da Paraíba

A psicologia explica que a ‘projeção’ é um mecanismo de defesa, no qual, principalmente os nossos defeitos pessoais, sejam atribuídos a outra pessoa. Agora entendo porque o ex-governador Ricardo Coutinho cometeu o crime de injúria ao me chamar de ‘calhorda’ durante audiência de instrução no Fórum Criminal.

Faz muito sentido.

Calhorda, ex-governador, é quem contrata organização social irregular para roubar dinheiro da saúde pública; ceifando vidas indiretamente;

Calhorda, ex-governador, é quem continua recebendo pensão considerada ilegal pelo STF no valor de R$ 23 mil, mesmo se dizendo republicano e morando num dos estados mais pobres do Brasil;

Calhorda, ex-governador, é quem usou a Granja Santana para guardar caixas de dinheiro;

Calhorda, ex-governador, é quem usou dinheiro do Jampa Digital na campanha eleitoral de 2010;

Calhorda, ex-governador, é quem usou dinheiro desviado da saúde na campanha de 2014;

Calhorda, ex-governador, é quem mantém no governo secretários combinando superfaturamento de licitação;

Calhorda, ex-governador, é a sua mulher de confiança, Livânia Farias, considerada pelo GAECO o ‘caixa’ da ORCRIM Girassol;

Calhorda, ex-governador, é quem manipula o judiciário para tirar a guarda de uma criança da mãe;

Calhorda, ex-governador, é quem usa a força policial para agredir uma mulher indefesa;

Calhorda, ex-governador, é quem contrata um exército de milhares de cabos eleitorais para vencer uma eleição;

Calhorda, ex-governador, é quem usa milhões de um programa de microcrédito para comprar votos em ano eleitoral;

Para o texto não ficar muito longo, paro por aqui com as calhordices.

E aproveito para agradecer a solidariedade dos deputados estaduais Cabo Gilberto e Walber Virgolino. Bem como dos jornalistas Thiago Morais, Anderson Soares, Janildo Silva e Helder Moura.

Matéria divulgada no ParaíbaRádioBlog:

Acostumado a prometer surras de cipó e vara em quem não lhe agrada, o ex-governador Ricardo Coutinho tentou intimidar o jornalista Alan Kardec, do blog Polítika, durante audiência no juizado criminal, nesta segunda, 12, onde mais uma vez Ricardo abusa do direito de litigar para constranger a imprensa através do judiciário.

Visivelmente irritado, Ricardo Coutinho chamou o jornalista de calhorda e se irritou ainda mais quando foi acusado de receber uma pensão ilegal de R$ 23 mil como ex-governador. O vídeo foi encaminhado por uma fonte do judiciário. Ao insultar o jornalista, Ricardo se mostra tão autoritário quanto o presidente Bolsonaro, a quem tanto critica. 

 

Você pode enviar informações à redação do portal sertaodaparaiba.com.br pelo WhatsApp: (83) 9 8886-4599.

Categoria:Política

COMENTÁRIOS

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Sertão da Paraíba, não reflete a opinião deste Portal.